Afinal, o que é o peso por eixo e como calculá-lo? Saiba!

Peso por eixo
6 minutos para ler
Planilha Cálculo de Frete

Você já foi parado na balança por estar com excesso de peso por eixo? Muitos motoristas enfrentam esse problema que poderia ser facilmente evitado. Ou seja, é preciso entender o conceito e aprender a fazer esse cálculo.

A boa notícia é que você não precisa perder noites de sono para isso. Neste post, reunimos informações e dicas valiosas para não descumprir a Lei da Balança e seguir viagem sem atrasos e multas. Acompanhe!

O que é peso por eixo?

A fabricação de um caminhão é um processo complexo, que leva em consideração vários cálculos e situações para que ele funcione corretamente. Por isso, os eixos recebem uma atenção especial para que não sejam sobrecarregados.

O peso por eixo é, portanto, a quantidade de carga suportada por cada eixo do veículo. Esse parâmetro é essencial não apenas para a vida útil do caminhão, mas para a conversação das estradas e rodovias.

Os tipos de eixos

Para não restar nenhuma dúvida sobre isso, você precisa conhecer bem os três tipos de eixos que existem. Isso, inclusive, te ajudará a fazer o cálculo correto e evitar problemas com os órgãos de fiscalização. Confira!

Eixos simples

Os eixos simples são bem comuns nas estradas e podem ser subdivididos em dois grupos:

  • rodagem simples — 2 pneus com carga de até 6 toneladas;
  • rodagem dupla — 4 pneus com carga de até 10 toneladas.

Eixos duplos

Os eixos duplos estão presentes em caminhões maiores e mais pesados. Eles dependem do tandem. Assim:

  • eixo tandem: não há espaçamento entre os eixos
  • eixos não em tandem: podem ter rodas duplas, com espaçamento de 2m ou mais.

Eixos triplos

Os eixos triplos são destinados a caminhões ainda mais pesados e robustos, geralmente que transportam cereais a granel. Esse modelo tem sempre três composições de rodagem dupla (12 pneus):

  • tandem de até 1,20m — máximo de 25 toneladas
  • tandem de 1,20m a 2,40m — máximo de 27 toneladas
  • tandem acima de 2,40m — máximo de 30 toneladas
  • rodagem dupla — 12 pneus, com carga de até 25,5 toneladas;
  • com uma rodagem simples e duas duplas — 12 pneus, com carga de até 27 toneladas.

O que a Lei da Balança diz sobre o peso por eixo?

Você já conhece a Lei da Balança? Ela é muito importante para o seu trabalho, por isso é essencial buscar mais informações e entender suas regras. Aliás, ela traz restrições quanto ao peso por eixo.

As Resoluções 210 e 211 do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) são as grandes responsáveis por determinar as quantidades máximas de peso que cada caminhão pode transportar, inclusive dos eixos.

Sendo assim, essas duas normas detalham a questão, garantindo mais segurança nas estradas e a conservação das pistas. Vale dizer que, para delimitar o peso máximo a ser transportado por cada veículo, alguns fatores são considerados:

  • a dirigibilidade;
  • o estado da estrada e rodovia;
  • o nível de desgaste do caminhão;
  • a redução do consumo de combustível e, consequentemente, da poluição.

Tolerância de peso

Se você foi parado na balança e a fiscalização identificou um excesso de peso por eixo, saiba que a lei é um pouco flexível. Na verdade, existe uma tolerância de sobrepeso, já que os próprios equipamentos podem não estar calibrados.

Você sabe tudo sobre mecânica de caminhões? Teste seus conhecimentos e veja os principais mitos

No caso do peso bruto total, há uma tolerância é de 5%. Caso esteja acima disso, haverá a aplicação de multa e necessidade de realizar o transbordo para conseguir terminar o transporte.

No caso do peso por eixo, o limite é de 10%. Apesar da aplicação da multa, o transbordo só é exigido quando o excesso for superior a 12,5%.

Responsável pela aplicação da multa

Afinal, quem tem competência para aplicar a multa por excesso de peso? Essa é mais uma informação importante para o caminhoneiro. Confira:

  • em rodovias federais com cobrança de pedágio — ANTT e a PRF;
  • em rodovias federais sem cobrança de pedágio — apenas a PRF;
  • em rodovias estaduais — DER e PRE;
  • em estradas municipais — a secretaria de transportes do local.

Peso total x Peso por eixo: qual a diferença?

Para a Lei da Balança, a pesagem não é feita com base na carga suportada pelo caminhão de maneira integral. Na verdade, é observado cada um dos eixos, isto é, o conjunto de duas rodas.

Por esse motivo, é preciso muita atenção na hora de carregar o caminhão. Além de, é claro, entender a diferença entre o peso total e o peso por eixo:

  • peso total — carga suportada por todo o caminhão;
  • peso por eixo — carga distribuída para cada eixo.

É importante destacar que o seu caminhão foi projetado para suportar um limite de peso em cada eixo. Quando isso não é respeitado, há um grande desgaste dos pneus, os rolamentos se danificam mais rápido e a própria frenagem é comprometida.

Ignorar esse detalhe pode gerar muitos transtornos e prejuízos, não é mesmo? É por isso que sempre reforçamos que um caminhoneiro de sucesso deve ser muito mais do que um bom motorista: ele precisa estudar e se manter informado!

Como fazer o cálculo do peso por eixo?

Depois de tudo o que você leu, deve estar se perguntando: como eu faço para calcular o peso por eixo, se a balança só mostra o peso bruto total? Em primeiro lugar, vale dizer que já existem equipamentos que fazem essa pesagem, sendo um bom investimento.

Além disso, é importante aprender a fazer a adequada distribuição do peso e, assim, evitar problemas durante a fiscalização. Lembrando que a carga suportada pelo eixo varia conforme a quantidade de pneus e distância entre os eixos.

Para simplificar sua vida, selecionamos os principais exemplos. Confira:

  • eixo isolado com 2 pneus — 6 toneladas;
  • eixo isolado com 4 pneus — 10 toneladas;
  • dois eixos direcionais com dois pneus cada – 12 toneladas;
  • dois eixos em tandem com quatro pneus cada – 17 toneladas.

Sabendo disso, um caminhão trucado pode carregar até 23 toneladas (6t do eixo isolado com 2 pneus + 17t dos eixos em tandem com 4 pneus). Já o caminhão toco consegue carregar 16 toneladas (6t do eixo isolado com 2 pneus + 10t do eixo isolado com 4 pneus).

Conseguiu tirar suas dúvidas sobre o peso por eixo? Como vimos ao longo do post, o assunto costuma dar dor de cabeça em muitos caminhoneiros, mas não precisa ser assim. Na verdade, com atenção e um pouco de informação, é possível fazer o cálculo corretamente e garantir viagens tranquilas e livres de multas.

O que achou deste post? Ainda quer esclarecer algum ponto? Deixe seu comentário abaixo e teremos o prazer em te ajudar!

checklist das peças de caminhão
Você também pode gostar

Deixe um comentário