7 dicas para diminuir o consumo de combustível no caminhão

consumo de combustível
5 minutos para ler
Planilha Cálculo de Frete

O consumo de combustível representa uma boa quantia do orçamento de uma transportadora e, por esse motivo, economizar diesel é um dos principais objetivos dos empresários do setor.

No entanto, você sabe o que é preciso fazer para conseguir isso, sem que seja necessário repassar o reajuste diretamente para os clientes?

Neste artigo, separamos algumas recomendações para poupar com o abastecimento da sua frota e ainda diminuir os custos por meio de pequenas mudanças de conduta entre os motoristas. Confira!

1. Planeje sua rota

Sim, planejamento tem tudo a ver com gasto de combustível. Imagine chegar em uma avenida e perceber que o caminhão não pode trafegar ali. Você terá que dar meia volta e procurar outro caminho, e lá se vai mais diesel desperdiçado.

Outras eventualidades também podem ser evitadas. Ao fazer o planejamento, procure, por exemplo, buscar alternativas às vias em horários de pico, o que também economiza tempo.

2. Pesquise antes de escolher os postos de abastecimento

Quais critérios você usa para selecionar os postos de combustível em que abastece seus caminhões? Essa escolha é baseada em pesquisas de mercado? Caso ainda não tenha esse costume, é o momento de rever suas estratégias. Como já é sabido, o valor dos combustíveis no Brasil muda constantemente e isso gera enorme diferença de preços entre as diversas redes do mercado. Para conseguir economizar, o ideal é pesquisar e definir parcerias.

Existem estabelecimentos que oferecem descontos para clientes fidelizados e essa pode ser uma maneira interessante de amenizar seus gastos. Porém, é preciso salientar que o preço não deve ser o único critério de escolha, sendo imprescindível avaliar a qualidade e a origem do diesel a ser adquirido.

3. Diminua a resistência do ar

A aerodinâmica e o consumo de combustível se confrontam quando o ar entra em contato com o caminhão. Ao se deslocar, o veículo recebe a força do vento em sentido inverso e, quanto maior essa pressão, mais o motor é sobrecarregado e mais diesel é injetado. Vamos a um exemplo prático.

Utilizando alguns cálculos, chegou-se à dedução de que o consumo aumenta junto à velocidade, até atingir 87 Km/h. Depois disso, o gasto cresce ao dobro da velocidade. Na prática, isso quer dizer que, se o caminhoneiro correr abaixo dessa quilometragem, seu consumo será significativamente menor. Para ser mais exato, entre 87 e 97 Km/h, o motor chega a se esforçar 10 vezes mais!

Isso bate de frente com a intenção de fazer entregas cada vez mais rápidas. Portanto, o primeiro fator a ser considerado é que a aerodinâmica tem relação direta com economia.

Se você conseguir informar seus motoristas quanto a isso, os gastos reduzirão muito. Além disso, aplique outras medidas:

Você sabe tudo sobre mecânica de caminhões? Teste seus conhecimentos e veja os principais mitos
  • calotas para todas as rodas;

  • defletores de ar laterais, superiores e traseiros;

  • vidros fechados sempre que estiver rodando.

4. Rode a uma velocidade constante

De acordo com uma das leis da física, a inércia é a resistência que a matéria oferece à aceleração. Transferida para a rotina dos transportes, esse princípio recai sobre a velocidade do veículo (seja ele para mais ou para menos).

Tanto a aceleração quanto a frenagem acarretam esforço e desgaste dos componentes do motor e aumentam o consumo de combustível. Portanto, a direção econômica é aquela que mantém a mesma rotação — a mesma marcha engatada — por mais tempo.

Para compreender isso com facilidade, lembre-se de quando o caminhão termina uma descida e consegue correr por um longo trecho plano sem que seja preciso pisar no acelerador ou aumentar o giro do motor.

5. Faça revisões corretamente

A manutenção preventiva do caminhão é imprescindível para garantir sua performance e integridade. As revisões ajudam a evitar quebras, além de assegurar que o veículo esteja o mais próximo possível das características provenientes de fábrica.

A substituição de filtros, a troca de fluídos e a manutenção do sistema de resfriamento são procedimentos que mantêm o motor em absoluto funcionamento, o que permite uma melhor combustão. Isso faz com que o consumo de combustível mantenha-se próximo ao estipulado pelo fabricante.

6. Não transite com excesso de carga

Exceder o limite de peso, além de ser suscetível à multa, pode danificar os componentes do caminhão. Encher demais o baú ou caçamba do veículo sobrecarrega o sistema de suspensão e os pneus, acelerando o desgaste e causando quebras. Sem contar que isso também exige muito do motor, o que aumenta o gasto com diesel.

Importante! Sempre calibre seus pneus antes de pegar a estrada. Além de ser uma atitude de segurança, isso ajuda a reduzir o consumo de combustível.

7. Invista em treinamento

O treinamento periódico é um investimento no ponto mais importantes de qualquer transportadora: os motoristas. Esse tipo de prática melhora a condução de caminhões e remove velhos hábitos de condução que aumentam o consumo dos veículos.

Profissionais bem-instruídos podem ajudar a economizar até 10% em combustível. Além disso, o ganho é bem maior, pois abrange aspectos como segurança (do próprio condutor e de terceiros) e conservação das máquinas.

E então, o que achou das dicas para diminuir o consumo de combustível mencionadas ao longo deste artigo? Coloque-as em prática agora mesmo para aumentar a eficiência da sua frota, gerar economia e aumentar o nível de competitividade da sua transportadora perante a concorrência!

Se você gostou deste conteúdo, curta nossa página no Facebook para ficar por dentro de novidades!

checklist das peças de caminhão
Você também pode gostar

Um comentário em “7 dicas para diminuir o consumo de combustível no caminhão

  1. ótimas dicas, muito obrigado, realmente investir em treinamentos dos motorista é importante

Deixe um comentário