Basculamento de caminhões: você está fazendo isso certo?

9 minutos para ler

O basculamento é uma das operações mais importantes e também arriscadas realizadas pelos caminhoneiros. Para evitar acidentes, é preciso que você siga todo o procedimento de forma bastante rígida, pois qualquer falha pode gerar grandes problemas.

Acidentes durante o basculamento não são tão comuns, pois a maioria dos caminhoneiros cuida muito bem do processo. Mas, vez por outra, surgem notícias de capotamentos, ou ocorrências graves geradas por caminhões circulando com a caçamba erguida.

A questão é que o basculamento exige tantos procedimentos preventivos que alguns deles podem ficar para trás no momento de realizar a operação. Por isso, o ideal é que você tenha um check-list no caminhão para se certificar de que não há nenhum problema na hora de bascular.

Caminhão basculante: um dos trabalhos mais comuns do setor de construção

Você sabe o que é um caminhão basculante? Também chamado de caminhão-caçamba, ele é um tipo específico de veículo que conta com uma caçamba articulada na parte traseira. Ele começou a ser utilizado nas fazendas europeias no final do século XIX. Curiosamente, o primeiro veículo com esse mecanismo era um caminhão de lixo desenvolvido pela Thornycroft.

Depois, pequenas empresas de equipamentos começaram a criar as suas próprias versões do veículo na América do Norte, o que acabou fazendo com que o caminhão basculante ganhasse bastante popularidade, principalmente durante a Primeira Guerra Mundial, época em que foi bastante utilizada.

Atualmente, existem diversos tipos de caminhões basculantes.Confira, a seguir, alguns dos principais tipos:

  • Caminhão de lixo padrão;
  • Caminhão basculante para semi-reboque;
  • Caminhão basculante de transferência;
  • Caminhão pup (ou filhote de cachorro);
  • Caminhão basculante com limpa-neve;
  • Caminhão basculante superdump (caçamba longa).

Cuidados necessários para dirigi-los

Agora que você conheceu um pouco mais sobre a história dos caminhões basculantes, é importante entender qual a melhor forma de utilizá-los para que, assim, você consiga aumentar a sua vida útil e fazer com que ele seja utilizado corretamente na sua fazenda, permitindo com que ele auxilie em diferentes funções.

Entenda o que é o treinamento e sua importância

O primeiro ponto que deve ser cuidado é o treinamento das pessoas que usarão os caminhões basculantes. É importante que eles tenham conhecimento adequado sobre como usar essa máquina, bem como boas noções de direção para não entrarem em acidentes, colocando em risco a sua vida e a integridade das cargas que estão sendo transportadas.

É importante que a empresa, ou o próprio profissional responsável por utilizar o caminhão, invista em cursos, palestras e atualizações na área, para que ele consiga ter um melhor desempenho e saiba utilizar ao máximo da capacidade do caminhão basculante sem que isso afete a sua vida útil.

Outra vantagem de investir em treinamentos para os caminhoneiros é a redução de custos, já que eles terão uma melhor performance na estrada e cuidarão melhor dos caminhões. Dessa maneira, os acidentes ocorrerão com menos frequência, além de menos reparos precisarem ser feitos.

Deixe a manutenção em dia

Todo caminhão precisa de manutenções e revisões, já que essa é uma maneira de manter o veículo em bom estado e verificar antecipadamente se ele conta com algum problema que pode colocar em risco a sua dirigibilidade e a segurança do motorista. Com os caminhões basculantes, isso não é diferente.

O ideal é que se invista em uma manutenção preventiva, já que essa é uma forma eficiente de averiguar o caminhão com certa periodicidade e consertar rapidamente problemas que, se não vistos, poderão impedir que o caminhão seja utilizado corretamente no futuro ou até mesmo causar acidentes.

Um ponto que deve ser avaliado na hora da manutenção do caminhão é com relação aos filtros. Essa é uma peça importante do veículo e deve ser trocada com certa frequência, para evitar que o óleo do motor fique sujo, e consequentemente, cause danos à peça. Além disso, é importante sempre investir em produtos originais, que contam com uma boa vida útil.

Distribua a carga de maneira uniforme para facilitar o basculamento

Ao distribuir a carga dentro da caçamba, lembre-se de que o basculamento acontecerá posteriormente. Se ela for composta de vários materiais diferentes, veja quais deverão ser escoados do caminhão primeiro e dê preferência para que os mais leves fiquem mais ao fundo. Assim fica mais fácil a retirada no momento da operação.

Verifique se a carga é úmida e se pode grudar na caçamba

Um dos problemas das cargas úmidas é a possibilidade de que elas grudem na caçamba. Com isso, ao bascular o caminhão, a carga pode ficar presa e sair toda de uma vez depois, o que pode causar acidentes ou mesmo danificar o carregamento.

Certifique-se de que esse risco não existe. Caso seja inevitável, bascule aos poucos, tentando soltar a carga com a ajuda de algum objeto. Não tente desprender a carga dando trancos na caçamba, pois isso prejudica o conjunto hidráulico e, ainda, pode fazer com que o material saia de uma vez só, causando acidentes.

Respeite os limites legais de carga

Carregar o caminhão com peso além do permitido gera vários problemas. Durante o transporte, você pode ser multado no trajeto. Além disso, carregar mais material do que deve pode prejudicar a estabilidade do caminhão, aumentando o risco de acidente.

Na hora de bascular, você pode perder o controle da carga enquanto ela é despejada, gerando acidentes. Há também o problema do peso extra, que acaba forçando o mecanismo de basculamento e pode gerar prejuízos de manutenção.

Ao descarregar o caminhão, isole o seu entorno

Como a operação de basculamento envolve alguns riscos, o ideal é isolar a área no momento em que ela for ocorrer. Sinalize com cones em volta do caminhão e certifique-se de que não há ninguém por perto quando for erguer a caçamba.

Por segurança, mantenha procedimento no momento em que for recolhê-la.

Bascule em terreno firme e nivelado

Jamais faça o basculamento em terrenos que não sejam firmes e nivelados. Bascular com o caminhão estacionado em um aclive pode fazer com que a cabine se erga e cause um capotamento grave.

Neste caso, vale uma ressalva: caso esse tipo de acidente ocorra com você, mantenha a calma e jamais tente pular do caminhão. Como você usará o cinto de segurança, pressione o próprio corpo contra o assento, para ter mais firmeza. Se o caminhão não chegar a capotar, mas parar em pé, aguarde a chegada de um resgate. Não tente sair sozinho, pois a altura é muito grande.

Já em relação à firmeza do terreno, tome cuidado com lugares cercados por lama e terra, pois o caminhão pode afundar com as rodas traseiras, durante o basculamento. Se isso ocorrer, será impossível retirá-lo sem um reboque.

Abra a tampa traseira antes de iniciar a operação

Um erro que costuma ocorrer durante o basculamento é a não abertura da tampa traseira, antes de a caçamba ser erguida. O grande problema é que a carga fica represada, descendo de uma vez assim que a tampa é aberta em seguida. Isso pode causar acidentes graves.

Verifique se há rede elétrica próxima

Ao bascular a caçamba, a altura pode chegar ao nível da rede elétrica. Se a estrutura metálica encostar em fios da rede, as consequências podem ser fatais.

Antes de realizar a operação, verifique se não há rede elétrica próxima e, se houver, mude de lugar.

Não bascule sob ventos fortes

Quando a caçamba é levantada, para o basculamento, a resistência ao vento aumenta muito, devido a altura atingida pelo conjunto. Se estiver ventando muito no local, a resistência pode fazer com que o caminhão vire ou até mesmo se incline para trás.

Para evitar acidentes, o melhor é bascular em locais que não haja vento forte. Se o tempo estiver muito ruim, espere até melhorar para não correr riscos desnecessários.

Alinhe o conjunto antes de iniciar

O conjunto caçamba mais cavalo mecânico deve estar 100% alinhado para a operação de basculamento. Existem alguns caminhões que bloqueiam o movimento da caçamba, caso isso não ocorra. Mas não são todos.

O risco de realizar a operação com o conjunto desalinhado é o fato de que a quina da caçamba pode bater no cavalo mecânico, danificando não só a lataria do caminhão como forçando o conjunto hidráulico, que pode sofrer um dano definitivo.

Não ande com a caçamba levantada

Por mais absurdo que pareça, ainda existem caminhoneiros que trafegam com a caçamba levantada, o que pode causar graves acidentes.

O primeiro deles é o risco de capotamento, devido à resistência do vento que pode desestabilizar o caminhão.

Mas o pior é que a ponta da caçamba pode atingir obstáculos como viadutos, que são projetados para ficarem a uma altura que permita que os caminhões passem por baixo deles, mas não com a caçamba levantada. Se o mecanismo acertar o viaduto, pode haver um desabamento que vai atingir a cabine e também os outros carros e pedestres que estiverem no entorno.

Se o seu caminhão não tem um alarme para alertar que a caçamba está levantada, certifique-se de que ela está recolhida antes de sair.

Como você pode ver, a operação de basculamento envolve riscos, mas eles podem ser atenuados se você seguir todos os procedimentos necessários. Dessa forma, você consegue realizar seu trabalho de forma segura e eficiente!

Gostou do texto? Então, compartilhe-o em suas redes sociais!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-
Sair da versão mobile