6 cargas lucrativas para fazer sua frota obter maior retorno

7 minutos para ler
Planilha Cálculo de FretePowered by Rock Convert

O transporte rodoviário é um dos mais importantes para a economia do nosso país e, todos os dias, diversos tipos de caminhões e mercadorias circulam pelas rodovias. Como grande parte da produção do Brasil é transportada por esse modal, é essencial que frotistas e caminhoneiros optem por cargas lucrativas.

Afinal de contas, quem é do segmento de transportes conhece bem os custos elevados que alguns trajetos geram e sabe o quanto pode ser complicado conseguir um bom lucro nos fretes. Nesse sentido, ser prudente é essencial, pois colocar o caminhão na estrada já ocasiona um conjunto de gastos.

Pensando nesses desafios, criamos este post. Nele, você vai conhecer as cargas que geram maior retorno financeiro para sua transportadora. Acompanhe!

6 cargas lucrativas para apostar em sua frota

A seguir, descrevemos os tipos de frete mais rentáveis do momento. Confira.

1. Cargas secas

Referem-se às mercadorias industrializadas e não perecíveis que podem ser transportadas independentemente do clima ou da estação do ano, pois não necessitam de refrigeração. Justamente por isso, as cargas secas são bastante versáteis.

Conheça alguns exemplos:

  • encanamentos;
  • ferragens;
  • materiais para construção;
  • madeira;
  • móveis;
  • produtos alimentícios não perecíveis.

Em geral, para essa categoria é indicada a carroceria baú — ela é ideal para transportar caixas, embalagens, fardos, sacas etc. Contudo, as máquinas ideais para esse tipo de transporte são a Carreta LS e o Veículo Urbano de Carga (VUC). Além disso, é necessário utilizar paletes para facilitar o manuseio dessas cargas.

2. Cargas de valor elevado

As cargas de valor elevado estão entre as que pagam as maiores taxas de frete. Elas envolvem os itens mais caros e exclusivos, como maquinários, roupas de marca, produtos eletrônicos ou veículos.

Em alguns casos, como o transporte de carros, essa modalidade exige recursos de segurança mais complexos. Em geral, as empresas optam por contratar um pacote de prevenção: escolta armada, seguro de carga e auditoria na chegada do caminhão.

3. Cargas frigoríficas

Necessitam de cuidados especiais para garantir sua integridade e, claro, cumprir todas as normas alimentares, pois se trata de produtos de consumo humano. Existem duas categorias de cargas frigoríficas, veja abaixo.

Perecíveis

Perecíveis como frutas, legumes e verduras não podem ser transportados para longas distâncias, uma vez que podem estragar durante o trajeto por conta de aumento da temperatura.

Além disso, por serem itens sensíveis, é preciso investir em máquinas e recursos, como equipamento de refrigeração e câmara fria, além de zelar pela higienização do ambiente. Nesse caso, a carroceria recomendada é a baú refrigerado, pois contém um controlador de temperatura entre 0 e -10°C.

Congelados

Transportar congelados (carnes, frangos, frutos do mar e alimentos congelados em geral) também exige cuidados especiais. Entre os requisitos mais comuns estão: armazenamento, manutenção da mercadoria e controle de temperatura. Esses produtos são levados por veículos exclusivamente refrigerados, para garantir o congelamento e a conservação ideal das mercadorias até o destino final.

Nesse caso, o ideal é utilizar a carroceria baú frigorífico, que contém um regulador de temperatura de -15°C a -20°C.

4. Cargas perigosas

São aquelas que oferecem riscos ao meio ambiente e às pessoas, sejam elas obtidas na natureza, sejam produzidas. Para trabalhar com essa categoria, é necessário ter veículos adaptados para a mercadoria específica. Além disso, o caminhão deve exibir símbolos característicos para indicar o nível de risco. Conheça as cargas lucrativas que fazem parte dessa categoria:

  • explosivos;
  • gás natural;
  • gases tóxicos;
  • materiais corrosivos ou radioativos;
  • petróleo;
  • sólidos ou líquidos inflamáveis.

5. Cargas vivas

É um tipo de carga que exige atenção redobrada por parte do caminhoneiro. Afinal, como o nome diz, trata-se do transporte de animais vivos. Sendo que os seres mais transportados são:

  • bovinos (bois e vacas);
  • suínos (porcos);
  • equinos (cavalos, burros e jumentos);
  • galináceos.

Por ser um transporte bastante específico, é preciso usar carrocerias fechadas. Um exemplo é a boiadeira, que tem diversas entradas de ar para que os animais fiquem protegidos e tenham uma boa ventilação.

Além disso, algumas espécies podem ser transportadas em contêineres, mas é importante verificar se a dimensão do desse objeto corresponde à necessidade da carga.

6. Cargas de medicamentos

Entre os diversos tipos de cargas lucrativas, essa é uma modalidade que traz bons retornos sem riscos, mas que exige um contato bastante próximo entre a transportadora e seus clientes. Isso é fundamental para evitar que alguns equívocos prejudiquem a integridade dos medicamentos.

Para transportar fármacos, é preciso ter um documento assinado por um farmacêutico responsável para fazer o controle da cadeia de distribuição. No entanto, em razão da burocracia, essa modalidade de carga é pouco concorrida.

Para carregar medicamentos basta ter uma carroceria baú com paletes para facilitar a movimentação do produto. Caso seja preciso transportar remédios refrigerados, o cuidado deve ser ainda maior no acondicionamento.

Outras maneiras de obter maiores retornos

Após conhecer as cargas mais lucrativas da atualidade, existem outras formas de obter maiores retornos. Confira algumas sugestões.

Diversifique serviços

Se você é um frotista muito seletivo, é melhor repensar sua conduta. Afinal, quanto mais flexível você for na hora de negociar fretes, maiores são as chances de lucrar. Limitar muito a gama de serviços só fará com que você perca negócios de retorno. Conheça algumas possibilidades:

  • cargas fracionadas — transporte de pedidos de vários clientes, desde que compatíveis;
  • cargas completas;
  • cargas leves;
  • cargas pesadas.

O segredo é estar disposto para fazer todo o tipo de transporte, elevando a sua gama de serviços. Nesse sentido, veja se vale a pena investir em um veículo mais versátil, que facilite o transporte de diversos tipos de mercadoria.

Pegue cargas urgentes

Cargas urgentes são solicitadas por empresas de todos os portes e tamanhos. Por isso, é importante estar atento a esses pedidos para ser o primeiro da lista.

No caso de fretes de retorno, eles são ótimos para divulgar seus serviços, pois certamente existem diversas companhias nos locais onde você (ou seus caminhoneiros) costuma passar. Procure por essas ofertas na internet e agarre todas elas para não viajar de caminhão vazio.

Utilize um aplicativo de frete

A tecnologia foi inventada para nos auxiliar de várias maneiras, e não é diferente quando o assunto são fretes. Hoje, é possível utilizar aplicativos específicos que permitem a você aumentar seu rendimento e receber uma boa parte do transporte de forma antecipada. Sem contar o uso de um software de gestão para facilitar os serviços operacionais da transportadora.

Ao apostar nas cargas lucrativas mencionadas acima, você aumentará suas chances de fechar negócio com empresas de vários segmentos, o que pode aumentar a visibilidade da sua transportadora no mercado. O segredo está em abraçar as oportunidades para se destacar perante a concorrência.

Se você gostou deste conteúdo e deseja aprimorar seus conhecimentos, baixe nosso guia prático para ter sucesso (e ganhar mais) como caminhoneiro.

Controlar os custos das sua frotaPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-