Trabalhar na estrada exige níveis altos de atenção, cautela e habilidade para que você possa garantir não apenas a sua própria segurança, mas a de todas as outras pessoas ao redor. Entretanto, muitos caminhoneiros ainda insistem em deixar os cuidados de lado e, assim, se colocam em situações de risco.

As curvas, por exemplo, representam um perigo recorrente nas estradas. Por isso, é fundamental que você saiba como prevenir o capotamento de caminhões em curvas. Quer ficar por dentro do assunto e aprimorar sua segurança? Continue a leitura!

Entenda o real perigo das curvas

Para que você realmente entenda a importância de se prevenir contra o capotamento, é imprescindível entender exatamente qual é o perigo representado pelas curvas.

O capotamento de caminhões em curvas é a principal causa de acidentes que levam à morte de caminhoneiros, representando cerca de 55% do total de fatalidades. E uma das principais situações que levam ao capotamento é a velocidade alta em curvas.

Ajuste sua velocidade para as curvas

Como o caminhão é um veículo alto e estreito, é extremamente perigoso desacelerar já dentro da curva, pois isso pode facilmente fazer com que as rodas travem e patinem, levando ao capotamento.

Portanto, antes de entrar na curva, você deve ajustar sua velocidade. Caso contrário, as rodas manterão a tração e seu caminhão tombará. Outro cenário possível é que as rodas percam a tração, continuando em linha reta e fazendo com que você saia da estrada.

O perigo encontra-se no fato de que, nas curvas, os caminhões vão até a parte exterior da curva, devido à força centrífuga que atua no centro de gravidade do veículo.

Quando essa força centrífuga for muito grande e quando houver o aumento da velocidade gerado pelo peso da carga, que é o que ocorre se você dirigir em alta velocidade nas curvas, o caminhão tomba.

A velocidade adequada para entrar em curvas é de, no máximo, entre 15 e 20 km/h. Até mesmo a velocidade relativamente baixa de 25 km/h, por exemplo, pode ser mortal na hora das curvas. Ao reduzir a velocidade, você diminui também a força centrífuga do caminhão, reduzindo bastante as chances de você capotar.

Há placas indicando a velocidade recomendada para as curvas? Então, reduza para pelo menos a metade desse número, pois a velocidade das placas é a indicada para veículos pequenos, não para caminhões. Aqui, literalmente, devagar se vai mais longe!

Jamais freie nas curvas

Você ignorou a prudência e acabou entrando com uma velocidade muito alta em uma curva? Então, procure manter a calma! É fundamental resistir à tentação de pisar no freio e desacelerar quando você perceber o erro que cometeu.

Afinal, como falamos no tópico anterior, frear o caminhão dentro da curva é extremamente arriscado. Então, priorize o freio motor e faça o possível para controlar o caminhão até o final da curva. E agora, já sabe: descuido nas curvas, nunca mais!

Considere sua carga

Independente do que você estiver transportando, levar apenas carga regulamentada e na altura permitida é fundamental para que você garanta sua segurança. Mesmo assim, a carga que você transporta em seu caminhão também influencia nos cuidados que você deve ter para evitar o capotamento nas curvas. Fique atento:

Cargas móveis

Se sua carga é seca, líquida ou a granel, tenha cuidado redobrado nas curvas, pois esse tipo de item cria um alto centro de gravidade no caminhão, além de poder se mover dentro dele.

Sempre que possível, faça com que a carga ocupe o tanque por completo, pois isso diminui sua instabilidade e, consequentemente, o risco de capotamentos nas curvas.

Carga de carnes

Você está levando carnes suspendidas em um caminhão refrigerado? Então, preste ainda mais atenção nas curvas fechadas. Esse tipo de carga se move lateralmente, o que também aumenta a força centrífuga no centro de gravidade do caminhão.

Carga de gados ou outros animais vivos

Animais vivos também são uma carga móvel, pois podem se mover dentro da carreta, fazendo com que o centro de gravidade seja alterado e com que o caminhão tenha mais chances de capotar na hora de entrar nas curvas.

Portanto, para conseguir controlar melhor o movimento dos animais, utilize divisórias falsas para mantê-los juntos. Tenha muito cuidado nas curvas, mais do que com outros tipos de carga, porque o gado vai se inclinar quando você entrar nelas.

Invista na direção defensiva

A direção defensiva é muito importante para que você assegure não apenas sua própria segurança, mas também das demais pessoas rodando na via.

Assim, não adianta tomar cuidado apenas nas curvas. A direção defensiva deve se tornar um hábito na sua rotina, algo natural em seu trabalho. Para tanto, sempre obedeça à sinalização e trafegue dentro do limite permitido de velocidade.

Mantenha em mente que dirigir com segurança é muito mais eficiente do que dirigir em alta velocidade. Afinal, respeitar as regras e ter cuidado garante que você efetivamente chegará ao seu destino e entregará sua carga em segurança e sem contratempos. Ser inconsequente, por outro lado, pode ser fatal — para você e para outras pessoas.

Respeitar seus próprios limites também faz parte da direção defensiva. Se você está cansado, com sono, com muita fome etc., seu corpo estará enfraquecido e seu cérebro não terá condições de dedicar todo o foco necessário para a estrada. Pare, descanse, durma ou coma alguma coisa, o que for necessário. Cuidar de você mesmo é importante!

Mantenha a manutenção preventiva do caminhão em dia

A manutenção preventiva do seu veículo é fundamental não apenas para ajudar você a evitar o capotamento de caminhões nas curvas, mas também para diminuir as chances de envolvimento em uma série de outros acidentes e contratempos.

Afinal, é fazendo a manutenção preventiva regular que você será capaz de identificar peças defeituosas ou desgastadas antes que elas apresentem algum problema. A qualidade dos pneus, por exemplo, é fundamental para que você possa passar pelas curvas da estrada em segurança.

Portanto, sempre mantenha a manutenção preventiva do seu caminhão em dia. Seu veículo não é apenas seu meio de trabalho, mas seu companheiro de estrada.

Gostou de aprender melhor a prevenir capotamentos de caminhões em curvas? Quer ficar por dentro de todas as nossas dicas para aprimorar cada vez mais seu trabalho na estrada? Então, assine nossa newsletter e receba todo o nosso conteúdo no seu e-mail!