Para você, caminhoneiro, o veículo não é apenas uma ferramenta de trabalho, mas um segundo lar. É nele que você passa boa parte dos seus dias e, portanto, é fundamental priorizar o conforto, a segurança e a praticidade.

Além de proporcionar uma rotina mais tranquila para você, o estado de conservação do caminhão também garante que seu trabalho será mais produtivo e eficiente. Por isso, é fundamental saber quando é a hora de dar adeus a seu velho companheiro de estrada e adquirir um novo caminhão.

Mas como identificar esse momento? Quais são os sinais que indicam que é necessário trocar o caminhão? É o que trazemos para você no post de hoje. Continue a leitura!

1. Baixa performance

Você faz as devidas manutenções e revisões no seu caminhão, mas, mesmo assim, ele apresenta uma performance baixa e instável. Em qualquer trajeto, você se preocupa se vai ou não conseguir chegar ao destino sem problemas. Se identificou com o cenário? Então, está na hora de trocar o seu caminhão.

Qualquer máquina, seja um veículo ou um computador, por exemplo, tem um tempo de vida útil. Quando ele começa a chegar ao fim, não há peças novas ou consertos que tragam uma mudança duradoura.

Analise por quantos quilômetros e quantos anos você conseguiu aproveitar o seu atual caminhão. É um número considerável? Então, uma opção pode ser apenas adquirir um modelo mais moderno do mesmo veículo. Caso contrário, é mais interessante procurar outra montadora, mais potente e de mais qualidade do que a anterior.

2. Mudanças nos tipos de carga fretados

Não há um único tipo de caminhão ideal para quem trabalha com o veículo e, portanto, a natureza da atividade também influencia fortemente na escolha. Nesse sentido, você pode precisar trocar de caminhão caso haja mudanças nos tipos de carga fretados.

O transporte de carnes e outros produtos congelados, por exemplo, requer caminhões equipados com frigoríficos e outros recursos para manter os itens conservados. Animais, por outro lado, requerem espaços onde fiquem parados e separados uns dos outros.

Outra possibilidade é que você esteja simplesmente levando mais carga do que quando começou a trabalhar como caminhoneiro, algo que pode acontecer naturalmente conforme você avança na profissão e se torna mais experiente. Aí, é interessante adquirir um caminhão que aguente mais peso e volume de carga.

3. Barulhos estranhos

Como já falamos, o seu caminhão é seu companheiro na estrada, sua segunda casa. Assim, ao longo dos anos ao lado dele, você aprenderá a entendê-lo por meio dos sons e sinais emitidos pelo veículo. Ou seja, você sabe quais barulhos, luzes etc. o caminhão faz quando está rodando bem como deveria.

Então, quando forem identificados barulhos estranhos advindos do seu veículo, você entenderá que ele está querendo “dizer” alguma coisa. Talvez alguma coisa esteja fora do lugar ou não mais dando conta do recado, fazendo com que você escute barulhos estranhos ao frear, ao virar ou ao trocar a marcha, por exemplo.

Se isso acontecer, cheque o veículo imediatamente. Mas lembre-se: consertos podem até fazer o som sumir por algum tempo, mas ele logo retornará, pois é um indício de que está na hora de trocar o caminhão.

4. Líquidos vazando

Assim como os barulhos estranhos, os líquidos vazando também são um forte indício de que algo não vai bem no motor do caminhão. Nenhum vazamento pode ser ignorado, mas alguns são mais perigosos do que outros.

Um dos vazamentos de líquidos mais comuns em veículos é o de óleo — facilmente identificável por sua cor preta bem escura. Ele não é um perigo imediato para você, mas representa uma ameaça aos animais, que podem ingeri-lo sem falar na contaminação do solo. Portanto, o vazamento deve ser imediatamente sanado.

Quando o gás vaza, por outro lado, você logo perceberá o cheiro característico da substância. Fique atento para a localização do vazamento que, nesse caso, costuma ficar na parte traseira do veículo.

Agora, se o que estiver vazando for o fluido de freio, que é amarelo e um tanto grosso, a situação se torna mais emergencial. Afinal, se você rodar com pouco fluido de freio disponível, a direção torna-se arriscada e um acidente pode acontecer a qualquer momento.

O mais indicado, portanto, é que você pare o veículo e solicite ajuda imediatamente. O mesmo procedimento vale nos casos de vazamento do fluido de transmissão, de cor vermelha. Quando há falta dele no motor, o atrito entre as peças pode elevar-se e estragar o veículo.

5. Necessidade de novas tecnologias

A tecnologia não para de avançar e de desenvolver novas ferramentas para facilitar e otimizar as nossas vidas, tanto pessoais quanto profissionais. E para os caminhoneiros, não é diferente! Há caminhões e recursos cada vez mais modernos, trazendo mais praticidade, segurança, eficiência e conforto para o dia a dia na estrada.

Nesse contexto, a necessidade de trocar o caminhão pode nascer do fato de que o seu atual veículo não comporta recursos e ferramentas tão tecnológicas, seja por falta de espaço ou pela impossibilidade de instalação, por exemplo.

Então, se você deseja trocar o caminhão para tirar proveito das mais interessantes tecnologias disponíveis no mercado, a chave é pesquisar. Verifique os preços com cuidado, procure referências e não corra atrás apenas do que parece mais inovador — considere os recursos que realmente farão a diferença no seu cotidiano e trabalho.

E se seu caminhão atual ainda estiver em bom estado de conservação e funcionamento, você pode vendê-lo e usar o dinheiro resultante para colaborar na compra do novo veículo!

6. Custos elevados com manutenção

Independentemente do estado e da “idade” do seu caminhão, é fundamental levá-lo para manutenções e revisões regulares. Entretanto, se ele estiver precisando ser trocado, os problemas serão mais frequentes e complicados, elevando os custos de manutenção.

Além disso, como já falamos, caminhões no final de sua vida útil não conseguem ser consertados definitivamente, fazendo com que os problemas apareçam de forma recorrente, mesmo com as revisões e até mesmo com trocas de peças. Com isso, você poderá gastar dinheiro com a mesma atividade diversas vezes.

Viu só? Fique de olho no seu veículo, pois ele vai indicar para você quando está na hora de trocar o caminhão! Para mais dicas para a vida na estrada, assine nossa newsletter gratuita e fique por dentro de todo o nosso conteúdo preparado especialmente para você!