Ter um caminhão de carga é um compromisso sério, pois é preciso saber escolher o modelo ideal para determinado trajeto ou mercadoria a ser transportada. 

Além disso, compreender as necessidades dos clientes é fundamental para tomar uma decisão acertada e garantir segurança e eficiência ao transporte. 

Para ajudar você, reunimos neste post algumas recomendações e cuidados que precisam ser tomados antes de fechar negócio.

Boa leitura!

O que levar em conta na hora de comprar um caminhão de carga?

Alguns modelos de caminhões são mais indicados para circuitos urbanos e outros são ideais para viagens longas. Da mesma forma, é importante fazer uma boa escolha, para evitar desperdícios de capacidade ou sobrecarga do veículo. Acompanhe algumas dicas.

Trajeto a ser seguido

O primeiro fator que deve ser avaliado diz respeito aos trajetos que o seu futuro caminhão de carga vai percorrer. Por exemplo, se você faz entregas urbanas — ou em municípios próximos — as melhores opções são os veículos menores e mais rápidos.

Além disso, é importante estar atento às normas de trânsito do seu destino, como:

  • horários em que é permitido o tráfego de veículos de grande porte;
  • existência de vias que atrapalham a circulação de caminhão;
  • restrições baseadas no peso e/ou no tipo da carga.

Custos de manutenção

Independentemente do quão conservado é o caminhão, vai chegar a hora em que ele precisará passar por um processo de manutenção mais acentuado.

Nesse momento, além de encontrar peças novas com facilidade e bom preço, é necessário optar por mecânicos especializados no veículo escolhido.

Ao levar esses detalhes em consideração, verifique se há disponibilidade desses produtos e serviços na região pela qual você transita, para não ficar impossibilitado de agir quando for necessário.

Características das cargas

Existe uma infinidade de mercadorias que necessitam de carrocerias específicas para serem entregues.

Algumas cargas alimentícias, por exemplo, exigem baús refrigerados para conservar a integridade dos produtos. Portanto, a escolha deve ser feita com base nas legislações e nas exigências dos clientes.

Tipos de caminhões de carga

Toco

Esse modelo possui 2 eixos simples (frontal e traseiro) na carroceria. O peso bruto chega a 16 mil quilos, pode transportar até 6 mil quilos e a medida máxima é de 14 metros de comprimento.

É muito requisitado para transporte de carga seca, mudanças, cargas gerais e pode até ser utilizado como caminhão-caçamba de entulho, areia, pedra e terra.

Truck

Tem a mesma medida do caminhão tipo toco (14 metros), porém, conta com 1 eixo duplo na carroceria, para melhorar o desempenho do caminhão e transportar cargas mais pesadas (de 10 mil a 14 mil quilos). Seu peso bruto é de 23 mil quilos.

Cavalo mecânico simples

Possui 2 eixos e 1 semirreboque para transportar diversos tipos de cargas. A carroceria varia conforme o tipo de produto a ser transportado. As mais utilizadas são: baú, porta-contêiner, sider, graneleira, grade baixa e refrigerada. Este caminhão suporta/puxa no máximo 25 mil quilos e o peso bruto total vai até 33 mil quilos.

Cavalo mecânico trucado

Semelhante ao modelo anterior, ele se diferencia pelo eixo duplo em seu conjunto e pela capacidade de transportar mais carga (30,5 mil quilos). Uma das vantagens mais notáveis é a distribuição do peso por causa do maior número de rodas, o que diminui a pressão no asfalto e aumenta a vida útil dos pneus.

Carreta

A carreta é um dos modelos mais conhecidos e requisitados para o transporte de cargas. Conheças os 3 tipos mais comercializados, bem como seus diferenciais:

  • carreta com dois eixos: 18 metros de comprimento e capacidade de carga de até 33 mil quilos; cavalo mecânico e semirreboque com 2 eixos cada;

  • carreta com três eixos: 18 metros de comprimento, mas por ter 3 eixos somente no semirreboque, transporta um peso bruto mais alto: 41,5 mil quilos;

  • carreta cavalo trucado: 18 metros de comprimento, 3 eixos no semirreboque — como no modelo anterior. O diferencial fica por conta do cavalo mecânico trucado, que aumenta o limite de transporte para 45 mil quilos.

Bitrem

O bitrem é uma combinação de dois semirreboques fixados entre si por meio de uma quinta roda localizada na traseira do primeiro semirreboque. Possui um total de 7 eixos e garante o transporte máximo de 60 toneladas.

Rodotrem

Formado por dois semirreboques — o dianteiro apoia-se sobre o cavalo mecânico, enquanto o posterior (ou os demais) apoiam-se sobre um veículo intermediário denominado Dolly.

Pode ter um total de 9 eixos e puxar até 74 toneladas. Para que esse tipo de veículo possa circular, é preciso tirar uma AET (Autorização Especial de Trânsito).

Dicas essenciais para lidar com caminhões de carga

Antecipe os problemas para evitar custos desnecessários

A manutenção preventiva de componentes e acessórios do caminhão de carga pode assegurar um trajeto mais seguro, sem eventos desagradáveis, além de diminuir muito os custos com troca de peças que ainda poderiam ter mais tempo de desempenho.

O gasto com reposições de emergências para veículos que quebram durante o percurso é bem mais alto, se comparado aos investimentos em revisões feitas em concessionária regularmente.

Além do mais, deve ser considerado o custo de oportunidade, que pode ser bem salgado, pois o caminhão deverá aguardar o conserto, atrasando a entrega atual e comprometendo os negócios futuros.

Utilize o sistema de frenagem corretamente

A correta operação do sistema de freios aumenta a eficiência da frenagem, além de evitar o superaquecimento dos componentes e amenizar o desgaste das lonas de freio. Portanto, evite repousar o pé sobre a embreagem e ande com cautela para não ter que frear bruscamente quando estiver carregado.

Tenha cuidado com as mercadorias

Os cuidados não devem ser tomados somente com o seu caminhão de carga, mas também com a mercadoria a ser transportada. Para isso, siga algumas recomendações de acordo com o tipo de carga:

  • cargas em unidade: isole-as das demais, para que elas não se choquem durante a viagem;

  • cargas mistas: separe-as pelo tipo de material e proteja-as com isopor ou plástico bolha;

  • cargas grandes: utilize objetos almofadados em volta delas para conter o impacto e diminuir as chances de dano, tanto na própria mercadoria, quanto na carroceria.

E então, o que achou das nossas dicas e cuidados para lidar com um caminhão de carga? Basta, colocá-las em prática para garantir a integridade de todo o conjunto e fazer uma entrega de qualidade.

Gostou deste post? Aproveite e assine nossa newsletter para ser notificado assim que postarmos novos conteúdos neste blog.

Até a próxima!