Warning: time() expects exactly 0 parameters, 1 given in /home/blogwlmscaniaita/public_html/wp-content/plugins/rock-convert/inc/frontend/class-frontend.php on line 167

Entenda a importância da calibragem de pneus para o seu caminhão

9 minutos para ler
Planilha Cálculo de FretePowered by Rock Convert

Vamos falar um pouco sobre calibragem de pneus? Você entende a importância de realizar esse procedimento com frequência? A verdade é que muitos caminhoneiros sabem que devem calibrar os pneus do pesado, mas não conhecem as consequências negativas da falta desse cuidado.

É comum encontrarmos profissionais que se esquecem ou deixam essa importante tarefa para depois, exatamente porque não sabem os danos que isso pode causar.

Como o nosso blog tem a função e ajudá-lo a cuidar melhor do seu companheiro de estrada, preparamos este post para tratar melhor do assunto. A seguir, você poderá compreender por que a calibragem de pneus é tão importante. Acompanhe!

Pneus de caminhão: um guerreiro das estradas

Não é novidade que estradas brasileiras não têm boas condições, não é mesmo? Isso é um fato que pode ser facilmente percebido durante as viagens.

Aliás, o próprio Anuário CNT do Transporte 2018 concluiu que 61,8% das rodovias apresentam algum tipo de problema, como falhas na pavimentação e na própria geometria da pista — buracos, depressões e irregularidades.

Agora pare e reflita: os pneus de caminhão são ou não grandes guerreiros? São eles que recebem os primeiros impactos e estão em contato direto com o asfalto e com as pistas sem pavimentação — apenas 12,4% da malha rodoviária é pavimentada.

É verdade que todas as peças sofrem, mas não há como negar o enorme desgaste a que os pneus são submetidos durante todas as viagens.

Eles lutam bravamente contra esses problemas, evitando que os impactos sejam ainda maiores e prejudiquem sua estabilidade e o conforto ao volante. Por isso, é preciso um pouco mais de atenção e cuidado com esse item essencial.

Os riscos de um pneu descalibrado

Falar que calibrar o pneu é importante não é suficiente, não é mesmo? Por isso, para que você compreenda a dimensão do problema que esse esquecimento pode causar ao seu veículo e à sua viagem, resumimos os riscos que isso desencadeia.

Como você verá, o pequeno tempo dedicado a essa tarefa equivale a toda uma viagem mais segura, econômica e produtiva. Confira!

Risco de aquaplanagem

Em um país tão extenso como o nosso, é comum que você saia de um ponto do mapa em que está com sol e pegue chuva durante a viagem. Isso, portanto, faz parte do seu dia a dia na estrada.

Ocorre que a falta de calibragem dos pneus pode intensificar um perigo relevante nessas situações: a aquaplanagem.

Como há muita água entre o pneu e o asfalto, a baixa calibragem impede que os sulcos existentes exerçam sua função e afastem o líquido, formando uma película de água e desencadeando o temido problema: o caminhão parece voar na pista.

Maior consumo de combustível

Quem possui seu próprio caminhão ou frota e trabalha por conta própria sabe que o consumo de combustível é um fator que pesa bastante no bolso e impacta diretamente a rentabilidade de uma viagem.

Reduzir esse gasto é uma tarefa que exige estratégia e está relacionada às condições do seu caminhão, especialmente dos pneus. Exatamente! O simples fato de não mantê-los calibrados já aumenta o consumo do diesel.

Portanto, esse é mais um prejuízo enfrentado pelos motoristas que deixam de lado esse procedimento: menos lucro nas viagens!

Danos aos pneus

Um pneu foi projetado para operar em determinadas condições e isso inclui a calibragem indicada pelo fabricante.

Sempre que isso não ocorre, seu funcionamento é prejudicado e ele fica exposto a danos excessivos. Em outras palavras, o descuido pode render rasgos, furos, desgaste precoce e até a perda da borracha que cobre o pneu.

Para entender isso, basta se lembrar de que a calibragem é uma maneira de garantir que o atrito do pneu com o solo seja mais natural. Quando não está calibrado, esse desgaste é ainda maior.

Direção pesada e desconfortável

Imagine viajar horas e dias com uma direção pesada e desconfortável. É isso o que acontece quando você deixa de calibrar seus pneus.

Com o aumento da pressão e do atrito com o solo, manter o veículo na direção correta demanda um esforço maior. Isso significa mais cansaço e estresse durante o trabalho e, claro, um alto risco de acidentes.

Calibragem de pneus e manutenção preventiva: uma dupla de sucesso

Deu para perceber que viajar com pneus descalibrados não é uma boa opção, não é mesmo? A questão é que isso não precisa acontecer, pois trata-se de um cuidado muito básico e simples de ser executado.

Nesse caso, quem tem o hábito de manter as manutenções do caminhão em dia sai na frente! Afinal, a gestão dos pneus faz parte desse processo.

Prevenir é sempre uma boa opção quando falamos em cuidados com sua frota. Quanto mais precavido você for, menores serão seus prejuízos. Essa estratégia garante o aumento da vida útil das peças do caminhão e proporciona economia com substituição de itens e manutenções corretivas.

Por isso, calibragem de pneus e manutenção preventiva têm tudo a ver. Incorpore esse procedimento ao seu cotidiano e lembre-se de conferir com atenção o estado e a calibragem dos pneus. Esse é um cuidado simples, mas com resultados expressivos.

O momento certo de calibrar os pneus

Você sabe quando deve calibrar os pneus de seus caminhões? Pode parecer uma informação óbvia, mas muitos caminhoneiros a desconhecem!

Em geral, o fabricante coloca as orientações sobre a pressão e o momento adequado no manual do proprietário — você já parou para ler esse documento? Como muitos não têm o hábito de realizar essa leitura, acabam agindo da maneira errada.

O importante é entender que vários fatores influenciam na frequência de calibragem, entre eles o número de viagens que você realiza e, claro, as condições das rodovias pelas quais circula.

O recomendado é que se faça a conferência do nível do ar dos pneus, no mínimo, uma vez por semana. Porém, nada impede que esse cuidado seja tomado antes de cada viagem, não é mesmo?

“O seguro morreu de velho” e, com certeza, um cuidado a mais não fará qualquer mal ao seu dia a dia. Por isso, inclua esse hábito em seu checklist para seguir viagem.

Onde calibrar os pneus

A calibragem dos pneus é um processo que depende da utilização das ferramentas adequadas. Normalmente, se utilizada o bom e velho calibrador, um equipamento que é facilmente encontrado em praticamente todos os postos de combustível, paradas de caminhão, oficinas mecânicas e borracharias que existem Brasil afora.

No entanto, sobre a calibragem dos pneus, também é importante mencionar que a tecnologia já vem facilitando a vida do caminhoneiro nesse ponto. Hoje, os caminhões mais modernos já saem de fábrica com sistemas automatizados, que controlam a pressão de todos os pneus de forma totalmente autônoma.

Ou seja, o motorista não precisa se preocupar com esse quesito, pois uma central eletrônica assume muito bem essa tarefa, informando sobre a situação dos pneus. Para se ter uma ideia da modernidade desse tipo de sistema, o motorista pode aumentar e abaixar a pressão dos pneus do caminhão sempre que quiser, com um simples apertar de botão.

Como fazer a calibragem

A calibragem dos pneus é algo bastante simples, mesmo quando feita de forma manual. Porém, existem alguns pontos que o motorista precisa sempre se atentar. Veja a seguir quais são os mais importantes:

  • prefira fazer a calibragem com os pneus frios;
  • ao parar no calibrador, verifique se o caminhão não está desnivelado, pois isso pode fazer com que a distribuição de peso entre os pneus seja diferente, causando alterações na pressão deles;
  • verifique se ao parar o caminhão algum dos pneus não ficou sobre objetos, como pedras, pois isso também pode alterar a pressão na hora da calibragem;
  • dê preferência pela calibragem em equipamentos mais modernos, com funcionamento digital, já que eles tendem a ser mais precisos;
  • verifique as orientações de calibragem oferecidas pelo fabricante dos pneus;
  • cheque todos os pneus antes de iniciar suas viagens e faça a calibragem pelo menos uma vez na semana.

A importância de fazer a calibragem do estepe

Quando o assunto é calibragem de pneus, um erro bastante comum entre os motoristas é esquecer dos estepes. O que acontece é que muitos profissionais do trecho têm a falsa ideia de que pelo fato de os estepes estarem parados, sem uso, não é necessário calibrá-los. No entanto, esse é um grande erro.

Assim como os pneus que estão rodando, os estepes também perdem pressão com o passar do tempo. Por isso, a depender do período em que ficaram sem calibragem, os pneus reservas podem simplesmente deixar o motorista na mão, caso sejam necessários para substituir um pneu que furou durante a viagem.

Você já imaginou a dor de cabeça que pode ser gerada caso o estepe do seu caminhão esteja vazio justamente no momento em que precisar dele? Saiba que esse é um risco bastante comum para quem não tem o hábito de calibrar os estepes junto dos demais pneus do caminhão. Fique atento!

Por fim, como foi possível perceber, a calibragem de pneus é um processo simples, mas extremamente importante para a segurança, economia e produtividade das suas viagens. Lembre-se de que o caminhão é seu instrumento de trabalho e, por isso, é essencial mantê-lo em bom estado.

Então, gostou deste conteúdo? Caso queira seguir lendo e aprendendo mais sobre temas relacionados ao dia a dia na estrada, recomendamos a leitura do nosso artigo sobre como calcular o custo do km rodado de um caminhão. Preparamos um passo a passo para ajudar você. Confira!

checklist das peças de caminhãoPowered by Rock Convert
Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-