Para rodar com segurança e sem imprevistos mecânicos, você não pode deixar de lado a manutenção periódica do seu caminhão. Infelizmente, esse é um hábito comum entre os brasileiros: deixar a prevenção de lado acreditando estar cortando custos. O problema é que quando a conta chega, vem salgada.

A manutenção preventiva é composta por uma verificação completa em todos os sistemas vitais do caminhão, garantindo que ele permaneça sempre funcionando de forma plena. Sem ela, você assume dois riscos iminentes: causar um acidente ou, por problemas mecânicos, ficar sem trabalhar por um longo período.

Avaliação de especialistas

Para evitar problemas, você precisa entregar o seu caminhão nas mãos de especialistas que farão um diagnóstico completo de toda a situação do veículo. Se você tem um caminhão que já possui alta quilometragem, esta questão é ainda mais séria, pois as peças vão se desgastando e você não pode arriscar sofrer uma quebra no meio do caminho.

Em uma manutenção periódica são checados as porcas e parafusos, a lubrificação, o terminal de direção, os sistemas de transmissão, as condições do sistema elétrico etc. Mais à frente falaremos com mais detalhes sobre cada um desses serviços.

Prevenção de acidentes e contenção de custos

A cada ano, mais de 50 mil pessoas morrem em acidentes nas estradas e nas ruas brasileiras. E uma grande parte destas ocorrências se dá por falta de manutenção. Muitas vezes, os caminhões estão envolvidos nas batidas, pois eles passam a maior parte do tempo percorrendo as estradas.

Uma falha nos freios ao descer uma serra, ou um pneu estourado em uma curva podem ser fatais em velocidades altas. Além de colocar a sua vida em risco, você ainda expõe ao perigo pessoas que nada têm a ver com a falta de manutenção do seu caminhão.

Outra questão é a econômica: a manutenção preventiva sai muito mais barata do que a corretiva. E o motivo é simples: além de permitir que você se programe para pagar pelos serviços, o mecânico, ao realizar as revisões programadas, evita que o seu caminhão apresente problemas inesperados, que podem pegá-lo desprevenido e deixá-lo parado por um tempo grande. E recuperar esse prejuízo é quase impossível, não é mesmo?

Organização é fundamental

Para que você possa organizar tanto a sua vida financeira quanto a profissional, o ideal é criar uma forma de realizar o controle da manutenção periódica. As verificações de peças têm prazos diferentes e se você não se organizar vai acabar deixando passar situações que podem causar problemas no futuro.

Por isso, faça uma planilha no Excel, na qual você possa registrar todas as manutenções realizadas, com a respectiva quilometragem e as previsões para as próximas paradas. Tenha, também, uma pasta na qual você possa armazenar todas as notas fiscais, para o caso de vir a ter problemas com as peças que foram substituídas.

Principais aspectos da manutenção periódica

Agora, vamos falar sobre os principais serviços realizados durante a manutenção periódica e de que forma você pode identificar se há a necessidade de encurtar o período entre as visitas à concessionária.

Sistema de sinalização

O sistema de sinalização é composto por todas as luzes do conjunto óptico do caminhão. O seu bom funcionamento é importante não só para você, como também para os outros motoristas. As luzes de freio, por exemplo, servem como alerta para quem vem atrás do seu veículo.

Um cuidado importante que você deve ter com as luzes é em relação à sujeira. Muitas vezes, o caminhoneiro trafega em locais com muita lama e poeira, e isso acaba sujando os faróis traseiros e prejudicando a visibilidade dos outros motoristas. Se isso ocorrer, pare em um posto e peça ao frentista para jogar um pouco de água nas lanternas.

Freios

Além de cuidar das lonas e pastilhas de freio, que devem ser trocadas de acordo com a recomendação do fabricante, também é importante ficar de olho no manômetro de pressão que há no painel do caminhão. Este veículo conta com um sistema impulsionado pela pressão do ar e qualquer vazamento no conjunto pode causar problemas.

Suspensão

A suspensão dos carros são projetadas para proporcionar conforto aos ocupantes. No caso dos caminhões, o sistema precisa não somente garantir a comodidade do motorista, mas também faz com que a carga não seja prejudicada pelo excesso de ondulações e buracos nas estradas.

Por isso, a suspensão dos caminhões é composta por um complexo sistema de molas, feixes e amortecedores, que precisam ser verificados dentro do período definido pelo fabricante. Barulhos como rangidos e estalos também podem indicar que o veículo precisa de uma parada.

Palhetas do limpador de para-brisas

Nem sempre o motorista se importa com elas, mas quem trabalha na estrada sabe o quanto este equipamento é fundamental. Em um clima tão variável como o brasileiro, é impossível que você se desloque de uma cidade para outra sem enfrentar chuvas das mais variadas intensidades.

Por isso, as palhetas devem ser trocadas a cada 6 meses ou quando apresentarem ressecamento.

Pneus

Um pneu bem cuidado pode durar mais de 60 mil Km. Mas é preciso ficar atento: se os sulcos estiverem com menos do que 1,6 milímetro de profundidade, é hora de trocar. Como saber isso?

Simples: os pneus vêm com um sistema chamado TWI (Tread Wear Indicator). São pequenos pedaços de borracha que ficam entre os sulcos. Eles devem ficar escondidos entre as ranhuras. Quando aparecem, é hora de trocar o pneu.

Um pneu desgastado tem menos borracha e adere menos ao asfalto. Além disso, sulcos com pouca profundidade não conseguem drenar uma quantidade adequada de água da chuva, causando aquaplanagem.

Óleo

A troca de óleo deve ser realizada conforme recomendação do fabricante e, junto com o fluido, também deve ser trocado o filtro de óleo. Ele é o responsável por reter as impurezas que se desprendem do motor durante a passagem do óleo e podem entupir outros sistemas.

A cada troca, verifique também o filtro de ar do motor. Se estiver muito escurecido, realize a troca.

Como você viu, a manutenção periódica é muito importante e deve ser prioridade para que você possa manter o seu caminhão sempre em funcionamento e com segurança. Se tiver mais alguma sugestão, ou contribuição, participe deixando seu comentário!